27 de Junho – EXIJA SEUS DIREITOS, TRABALHADOR.

junho 27, 2008

Empregado obrigado a segurar tartaruga ganha indenização

Você já sofreu danos morais no ambiente de trabalho?
Carregar uma âncora de 20 quilos, pendurar fantasmas na mesa da equipe de vendas de pior resultado, segurar uma tartaruga e desfilar com um objeto de plástico na cabeça, semelhante a um monte de fezes. Essas eram algumas das “brincadeiras” a que um empregado de uma distribuidora de bebidas era submetido e o que levaram a pedir indenização por dano moral.
A Justiça do Trabalho condenou a empresa, a distribuidora Bebidas Real São Gonçalo, em sentença de primeiro grau, ao pagamento de R$ 20 mil, correspondente a dez vezes o salário que pagava ao empregado.
A empresa recorreu, mas o Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região (RJ) não só manteve a sentença como aplicou multa por litigância de má-fé (uso da Justiça para fins ilícitos) e determinou que ela pagasse, também, os honorários advocatícios.
A empresa recorreu ao Tribunal Superior do Trabalho, contestando o pagamento dos honorários, mas o relator da matéria, ministro Aloysio Corrêa da Veiga, rejeitou o recurso.
As informações são do Tribunal Superior do Trabalho

27 de Junho – NOTÍCIA BOA PARA NOSSOS CAMPEÕES

junho 27, 2008

Lula anuncia plano de aposentadoria aos campeões de 1958

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva anunciou nesta quinta-feira que o governo federal irá providenciar um plano de aposentadoria aos ex-campeões mundiais. Os primeiros beneficiados serão os campeões de 58 que tiverem passando por algum tipo de necessidade.
O anúncio foi feito durante a entrega de medalhas aos ex-jogadores, ocorrida no Palácio do Planalto, em Brasília (DF).
“Já conversei com o Orlando Silva (ministro do Esporte) e o ministro do Planejamento (Paulo Bernardo) para viabilizarem esta idéia”, afirmou o presidente.
“Nós precisamos premiar esses cidadãos brasileiros que vencem na vida. É um processo de reparação que precisa ser iniciado. Quero ver se faço isso o mais rápido possível”, disse Lula, que não confirmou de quanto será o valor da aposentadoria.
Lula afirmou que entregará um projeto ao Congresso Nacional em breve para confirmar a iniciativa, que pegou de surpresa dos campeões de 58 que estavam presentes no auditório do Palácio do Planalto.
“Recebemos com surpresa esta boa notícia, pois alguns estão precisando”, disse Zito. “Faltar dinheiro falta para todo mundo. O que vier para mim é lucro. Não vou me queixar não”, disse Djalma Santos.
Outra iniciativa
Lula também contou que quer premiar personalidades brasileiras que tiveram uma infância pobre ou com dificuldade, e que conseguiram crescer com seus esforços.
“Conversei sobre isso com o Pelé no almoço. Minha idéia é pegar 100 brasileiros que pela origem que tiveram não tinham como dar certo, mas deram certo. O objetivo da idéia é levar a auto-estima da população para o alto”, disse o presidente, que não confirmou se o projeto será desenvolvido pela equipe da presidência da República, do Ministério da Cultura ou da Educação.

Lula aproveitou a deixa para provocar os jornalistas que estavam presentes ao evento. “Precisamos também ressaltar as coisas boas. Coisas ruins deixa que a imprensa divulga todo o dia”.

27 de Junho – COISAS DA NATUREZA

junho 27, 2008

Cadela alimenta, além de seu filhote, dois tigres siberianos bebês em zoológico de Hefei, na China; segundo a agência China Daily, a mãe dos tigres não foi capaz de amamentá-los após o parto.

27 de Junho – NA MIRA DO TSE (Tribunal Superior Eleitoral)

junho 27, 2008

TSE decide que entrevista com candidatos não é propaganda eleitoral antecipada

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) aprovou na sessão desta quinta-feira, por 6 votos a 1, a proposta que permite que candidatos e pré-candidatos às eleições municipais dêem entrevistas jornalísticas, participem de debates e encontros antes do dia 6 de julho, quando começa a propaganda eleitoral. Com a mudança, os entrevistados podem falar sobre suas propostas de governo sem que as entrevistas sejam consideradas propaganda eleitoral antecipada.
A proposta é do presidente do TSE, ministro Carlos Ayres Britto, que substitui o artigo 24 da Resolução 22.718, que permitia aos pré-candidatos darem entrevista antes do período de campanha “desde que não exponham propostas de campanha”.

O novo artigo (17) traz a seguinte determinação: “Os pré-candidatos e candidatos poderão participar de entrevistas, debates e encontros, antes de 6 de julho de 2008, inclusive com a exposição de plataformas e projetos políticos, observado, pelas emissoras de rádio e televisão, o dever de conferir tratamento isonômico aos que se encontrarem em situação semelhante”.
Para evitar “eventuais abusos”, no artigo 17, foi incluído o seguinte parágrafo: “eventuais abusos e excessos, assim como as demais formas de uso indevido do meio de comunicação, serão apurados e punidos”.
De acordo com Ayres Britto, os canais de rádio e TV não podem oferecer tratamento preferencial ou diferenciado a um ou outro candidato, por dependerem de concessão pública. Contudo, os jornais impressos têm liberdade de opinião e podem expressar seu apoio preferencial a um ou outro candidato.

Na última sexta-feira (20), o ministro Carlos Ayres Britto já havia admitido a possibilidade de o TSE rever a resolução que limitava as entrevistas com pré-candidatos. Na ocasião, ele defendeu que, a exemplo do que trata a Constituição, os veículos de mídia impressa tenham mais liberdade em relação ao rádio e a televisão, por não se tratarem de concessões públicas.
“Não se pode negar um fato. A Constituição separou duas categorias de mídias. A mídia eletrônica representada pelo rádio e televisão, e a mídia impressa, por jornais e revistas. E a mídia impressa dispõe de muito mais liberdade de atuação”, afirmou Ayres Britto, na semana passada.
Multas
A publicação de entrevistas com pré-candidatos a prefeito entrou em discussão no último dia 17, quando a Justiça Eleitoral acolheu duas representações propostas pelo Ministério Público Eleitoral e multou a pré-candidata do PT à Prefeitura de São Paulo, Marta Suplicy, a Folha e a Editora Abril. A Justiça considerou as entrevistas realizadas com a ex-prefeita como “propaganda eleitoral” antecipada.
Na ocasião, Marta foi multada em R$ 42.564, enquanto o valor da multa para a Folha e a Editora Abril foi de R$ 21.282.
Segundo a decisão, os veículos publicaram matérias que “exorbitaram do mero interesse jornalístico, exercida a liberdade de informação de modo inadequado, a ponto de caracterizar propaganda eleitoral extemporânea”. A propaganda eleitoral somente é permitida a partir de 6 de julho do ano da eleição.
Nas entrevistas, Marta indicou sua pretensão de se candidatar a prefeita, apresentando-se com as melhores qualidades e criticando os concorrentes. As matérias foram publicadas pela Folha em 4 de junho e na revista “Veja” na edição de 4 a 11 de junho.

A Folha, a Editora Abril e Marta já recorreram da decisão. No recurso, o advogado da Folha, Luís Francisco Carvalho Filho, afirmou que a sentença ignora o princípio constitucional da liberdade de imprensa e questiona se no Brasil existem temas proibidos de serem tratados publicamente.
Advogados de Marta argumentaram no recurso que são “incontestáveis as feições jornalísticas que pautaram a entrevista concedida pela pré-candidata à Folha, publicada no dia em que se afastava do cargo de ministra a fim de obter indicação do partido para a candidatura de prefeita de São Paulo.”
A assessoria da Editora Abril não disponibilizou cópia do recurso à reportagem.
Ontem, a Justiça Eleitoral condenou novamente a Editora Abril a pagar R$ 21.282 por ter publicado entrevista, com o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), pré-candidato à reeleição, também multado. A entrevista também foi considerada pela Justiça como propaganda eleitoral antecipada.
Na entrevista publicada pela “Veja São Paulo”, na edição de 11 a 18 de junho, a Justiça entendeu que Kassab extrapolou ao falar de propostas de campanha e ao criticar adversários políticos.

27 de Junho – CONCURSO POLICIA RODOVIARIA FEDERAL

junho 27, 2008

POLICIA RODOVIARIA FEDERAL 3 MIL VAGAS
Ótima notícia para os candidatos interessados em ingressar na Polícia Rodoviária Federal. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva autorizou, por meio da Medida Provisória 431, publicada no Diário Oficial da União de 14 de maio, a criação de três mil vagas na Polícia Rodoviária Federal (PRF). Essas oportunidades serão preenchidas por meio de concurso público de âmbito nacional para quem possui menos o nível médio.

27 de Junho – MORRE PARTE DA JOVEM GUARDA

junho 27, 2008

Morre Silvinha Araújo, cantora da Jovem Guarda

Começou pouco depois das 8h desta quinta-feira (26) o velório da cantora Sylvinha Araújo. A artista estava internada no hospita l 9 de Julho, em São Paulo, e morreu por volta das 20h30, aos 56 anos, em decorrência de um câncer de mama, doença com a qual convivia havia 12 anos.
O corpo é velado no salão de cerimônias do cemitério Horto da Paz (BR-116, km 290, Itapecerica da Serra), na Grande São Paulo. O enterro está previsto para as 17h de hoje. Familiares estão no local.
“O que vai ficar da minha filha é a imagem de uma menina dedicada e meiga. Um verdadeiro presente que Deus me deu. Ela nasceu cantando. Eu tinha um coral para crianças em São João Del Rey e foi comigo que ela começou a cantar, bem pequenininha”, contou à Folha Online a mãe da cantora, Elza Vieira Peixoto, 82, no velório.
A cantora estava internada desde o último dia 4. Ela deixa dois filhos.
Sílvia Maria Vieira Peixoto Araújo nasceu em 16 de setembro de 1951, em Mariana, e foi criada em São João Del Rey (ambas em Minas Gerais).
Ela tornou-se cantora profissional com apenas 14 anos, quando lançou seu primeiro disco, com as músicas “Vou botar Pra Quebrar” e “Feitiço de Broto”.
Fama
Sylvinha ganhou fama na época da jovem guarda –ao lado de ícones como Roberto Carlos, Erasmo Carlos e Wanderléa.
Sua voz potente emprestou força a canções como “Paraíba” (de Luiz Gonzaga), o que na época rendeu comparações até com a cantora americana Janis Joplin.
Ela chegou a vender mais de um milhão de discos em sua carreira e gravou inúmeros jingles publicitários. Nos anos 70 afastou-se da música. Voltou a cantar no final da década. Entre os anos 70 e 80, foi jurada de programas de calouros apresentados por Silvio Santos.
Ao lado do marido, lançou no ano passado a compilação ao vivo “40 Anos de Jovem Guarda”.

25 de Junho – PENSA NUM FESTÃO …

junho 25, 2008

O João Roberto deu uma chance para nós e deixou ser fotografado perto da mãe, Roberta Vilar. Toda cheia com o cowboy. Feta Junina Novo Horizonte 2008

Foto Emilio Barbosa

25 de Junho – E O GEGE E A SOPHIA? CAIPIRINHAS NA FESTA

junho 25, 2008

O germano e a Sophia não ficaram de fora no quesito beleza. Olha só a duplina ai dando o maior show:

Fotos Emilio Barbosa

 

25 de Junho – OLHA O NETO AI….

junho 25, 2008

O neto deu um show de beleza e dança na festa junina do Colégio Novo Horizonte. Imagene só um camarada de bota e espora…. Valeu neto.. Um abraço ao Gudê, paizão todo orgulhoso pelo filho maravilhoso que tem.

Nós registramos:

Foto Emilio Barbosa

25 de Junho – “TÔ SUSSEGADO”….

junho 25, 2008

Problemas? Hum? sei lá… deixa eu quieto…

25 de Junho – DESÂNIMO TOTAL COM O CARRÃO.. HEHEHEH

junho 25, 2008

Pensa num cara “brabo” com seu fusca. Não vende nem com a cachorra…

 

25 de Junho – FOTO DO DIA

junho 25, 2008

Foto Emilio Barbosa

25 de Junho – POLÍTICA 2008

junho 25, 2008

Tem gente com o cabelo em pé neste ano eleitoral… muito cuidado…

25 de Junho – FLORAIS DE BACH É NA BIOESSÊNCIA

junho 25, 2008

Bem-estar em gotas

Os Florais de Bach são capazes de curar doenças ao equilibrar a alma
Por Thays Biasetti
É quase consenso entre terapeutas que algumas doenças são causadas por problemas emocionais: a dor de cabeça pode ser resultado de estresse ou as dores nas costas talvez signifiquem nervosismo sem limite. E os Florais de Bach tratam justamente as emoções para curar a doença.
Os florais agem no indivíduo de uma forma única. Cada pessoa possui um tratamento diferente que varia de acordo com suas características e os problemas que apresenta naquele momento da vida. O tratamento não é feito para a doença e sim para o indivíduo. “O floral atua no tratamento da pessoa e não dos sintomas ou da doença propriamente dita. Isso significa que será a condição emocional da pessoa afetada que será tratada”, explicou a terapeuta Valquiria.
E a pessoa não precisa estar doente para usar os Florais de Bach. A corretora de seguros Maria Stella Guerreiro, 53, começou usar os florais para melhorar o ânimo. “Sofria de insônia e ficava muito irritada com tudo. Então, resolvi usar os Florais de Bach, e foi o que me acalmou”, comentou.
O tratamento pode ser feito para equilibrar a vida social ou o trabalho. “Podemos usá-los, por exemplo, para melhorar nossos relacionamentos, estimular nossa criatividade ou concentração, superar medos ou traumas, desenvolver mais flexibilidade, aumentar a auto-estima ou autoconfiança, quando precisarmos realizar mudanças importantes em nossas vidas ou até mesmo realizarmos escolhas de forma mais decidida e responsável”, disse Valquiria.
Os Florais de Bach devem ser usados sempre que quiser trilhar um caminho de desenvolvimento pessoal ou de autoconhecimento. Maria Stella sentiu muito bem esse efeito em sua família. “Meu filho caçula tinha um problema muito medo de ir à escola, com muita insegurança. Como o floral, ele melhorou e não sofre mais quando tem que ir estudar”, contou.
Tratamento em gotas
Para acertar qual o tipo de floral tomar, é indicado que se procure um especialista. “O papel de um terapeuta floral é semelhante ao de um educador ou facilitador, uma vez que o terapeuta educará o paciente no uso dos Florais de Bach, incentivando-o a participar do seu próprio processo de cura, permitindo que o bem-estar, o equilíbrio e a saúde possam ser resgatados”, orientou Valquiria.

 

25 de Junho – FLORAIS DE BACH É NA BIOESSÊNCIA I

junho 25, 2008

O tratamento sozinho não é indicado normalmente, pois o terapeuta é capaz de identificar com mais eficiência a necessidade do paciente. “As pessoas podem escolher as essências que desejam tomar e mandar manipular em uma farmácia de homeopatia e manipulação. Mas, para isso, é necessário que elas tenham um conhecimento profundo das essências florais bem como um conhecimento profundo de si próprio”, completou a terapeuta.
Os florais devem ser tomados quatro vezes ao dia, em uma dose de quatro gotas. O tempo de tratamento vai depender da reação de cada pessoa. “A duração é muito variável, pois vai depender de quem está sendo tratado, bem como do que se está tratando. Isso significa que quem vai determinar o tempo do tratamento é o próprio paciente”, disse Valquiria. A pessoa pode voltar a usar as fórmulas quando sentir necessidade. “Eu fiz o tratamento e fiquei ótima. Mas quando sinto que não estou muito bem, uso os florais para melhorar meu estado de espírito”, disse Maria Stella.
Os Florais em si
O sistema dos Florais de Bach é composto por 38 essências florais e uma fórmula para emergências denominada Rescue Remedy. Cada um desses 38 florais é especial para cada diferente estado da mente. Pode-se misturar em uma única fórmula até seis tipos. A fórmula do Rescue Remedy é composta por: Impatiens, Star of Bethlehem, Cherry Plum, Rock Rose e Clematis. “O Rescue pode ser utilizado em situações como quando receber notícias desagradáveis, antes de uma prova ou entrevista, antes de cirurgias, após assistir ou sofrer um acidente, pois ele vai restaurar o equilíbrio e a harmonia interior”, finalizou Valquiria.
As demais essências foram agrupadas em sete grupos emocionais gerais, sendo que cada essência irá se relacionar com um estado emocional específico. Confira alguns problemas emocionais que podem ser curados com Florais de Bach:
Medo: Rock Rose, Mimulus, Cherry Plum, Red Chestnut, Aspen
Incerteza: Hornbeam, Wild Oat, Gentian, Gorse, Cerato, Scleranthus
Falta de interesse no mundo à sua volta: Mustard, Chestnut Bud, White Chestnut, Wild Rose, Olive, Clematis, Honeysuckle
Solidão: Impatiens, Heather, Water Violet
Hipersensibilidade aos outros: Walnut, Holly, Agrimony, Centaury
Desalento ou desespero: Star of Bethlehem, Willow, Oak, Elm, Crab Apple, Larch, Pine, Sweet Chestnut.
Preocupação exagerada pelo bem-estar dos outros: Beech, Rock Water, Chicory, Vine, Vervain
A história dos Florais de Bach
Os Florais de Bach surgiram na década de 1930, na Inglaterra, quando o médico Edward Bach aperfeiçoou a pesquisa com flores e plantas silvestres. “Dentro do sistema dos Florais de Bach apenas um floral não é feito a partir de flores. Ele se chama Rock Water e é preparado com água pura da fonte”, comentou Valquiria Rita Geraldini, terapeuta floral de São Paulo.
Bach, bacteriologista e pesquisador, identificou 38 estados negativos da mente e descobriu uma mistura de plantas para cada um desses estados. “O dr. Edward Bach vinha observando que a personalidade e as atitudes das pessoas interferiam sobre seus estados de saúde. Sendo assim, interessava-se pelos pacientes como pessoas, concluindo que a personalidade deve ser levada em conta no tratamento. Essa concepção era bastante inovadora naquela época”, disse Valquiria. A descoberta das personalidades veio em um jantar, quando observou que as pessoas se encaixavam em grupos de tipos diferentes e que o tratamento deveria ser diferente para cada uma delas.


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.