14 de Abril – BLOG ESPORTE – E DÁ-LHE COXA

Coritiba vence Paraná, mantém tabu e amplia vantagem na semifinal
Após uma semana difícil, na qual foi eliminado da Copa do Brasil, o Coritiba se recuperou e saiu na frente do Paraná, na primeira partida das semifinais do Paranaense. Com um gol de Keirrison, no segundo tempo, o Alviverde venceu o clássico por 1 a 0, neste domingo, no Couto Pereira, e ampliou a vantagem sobre o rival.
Na partida de volta, domingo que vem, na Vila Capanema, o Coxa pode até perder por um gol de diferença, que mesmo assim garante a classificação para as finais, pois tem a vantagem de jogar por dois resultados iguais.
O Paraná não conseguiu quebrar o tabu de doze anos sem vencer o rival no Couto Pereira. Agora, se quiser disputar a final, terá que vencer por dois gols em sua casa.
Jogando no esquema 3-5-2, o Coritiba dominou o primeiro tempo. Com uma marcação muito forte, o Alviverde não permitiu que o Paraná respirasse e teve ampla posse de bola.
No entanto, o domínio não resultou em grandes chances de gols, pois o Tricolor formava um bloqueio na entrada da área e não permitia que os atacantes coxas-brancas penetrassem.
Sem conseguir chegar na área, o Coxa tentava o gol em chutes de fora. Aos 21 minutos, Thiago Silvy levou perigo, ao bater colocado do bico esquerdo da área. Fabiano Heves teve que espalmar para escanteio.
O próximo lance de perigo só ocorreria aos 37 minutos, quando o ala-esquerdo Ricardinho carregou, abriu espaço e bateu forte e rasteiro, mas o goleiro paranista abafou e fez a defesa.
Antes do fim da primeira etapa, o Tricolor perdeu o zagueiro Luiz Henrique, expulso por Héber Roberto Lopes, após dar um carrinho de frente em Douglas Silva.
O Paraná voltou com duas modificações para o segundo tempo: Cristian entrou no lugar de Giuliano e o lateral-esquerdo Daniel Cruz substituiu o atacante Fábio Luís.
O Tricolor tentou equilibrar a disputa no meio-de-campo, mas o Coritiba continuou melhor e acabou fazendo o gol, aos 9 minutos, numa jogada de categoria do artilheiro Keirrison. Matheus, que havia substituído Nenê, recebeu pela direita e cruzou para o atacante. Este dominou na marca do pênalti e bateu colocado, no canto esquerdo.
O Paraná tentou sair para o ataque e passou a criar dificuldades para a defesa coxa-branca, apesar de jogar com dez homens.
Com um ritmo menor, o Coxa procurava fechar os espaços e sair nos contra-ataques. Seus jogadores, porém, se precipitavam e não aproveitavam as chances de “matar” o jogo.
Com um homem a menos, o Tricolor lutou bastante, mas não teve forças para furar a boa marcação coxa-branca e agora fica em situação delicada na disputa pela vaga à final.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: