25 de Abril – COMO VOCÊ DORME?

Você dorme de boca aberta?

Cuidado, esse hábito pode comprometer a arcada dentária, além de trazer diversos problemas respiratórios
“Você dorme de boca aberta?”. Essa pergunta é muito difícil de responder, pois quando estamos dormindo e não temos controle do que fazemos. Mas é melhor pedir para alguém observar enquanto você sonha, pois isso pode causar sérias dificuldades respiratórias.
Nesta época do ano, são mais freqüentes gripes e resfriados. Mas há quem sofra constantemente com as mudanças de temperatura, manifestando coriza, espirros, coceira e congestão nasal. São os portadores de rinite crônica.
“Esse paciente costuma dormir de boca aberta, podendo manifestar problemas na arcada dentária. Não só os dentes ficam tortos e acabam precisando de tratamento ortodôntico, como até a voz soa anasalada”, diz o cirurgião-dentista Marcelo Rezende, diretor da Smiling Dental Care (SP).
Rezende ressalta que muitas crianças têm este costume, portanto é preciso os pais prestarem o dobro de atenção na reincidência de doenças respiratórias que acometem seus filhos.
“É muito importante observar se a criança tem dificuldade de permanecer com os lábios fechados e se dorme com a boquinha aberta. Caso as crises de rinite se repitam, é necessário um acompanhamento mais cuidadoso, já que isto poderá comprometer o desenvolvimento de importantes estruturas ósseas da face e das arcadas dentárias.”
O especialista diz que o crescimento correto do rosto das crianças é bastante influenciado pela boa respiração nasal. “Muitas cirurgias são evitadas com um adequado acompanhamento ortodôntico e a utilização de aparelhos que estimulem o crescimento facial mesmo com uma respiração inadequada”.
As crises de rinite, segundo o cirurgião-dentista, costumam ser desencadeadas por uma reação alérgica a certos componentes, como ácaros, fungos, pêlos de gatos e cachorros, ou até mesmo alguns tipos de alimentos. Também costumam ocorrer mais durante as mudanças climáticas. Casos de rinite não-alérgica se devem a alterações estruturais, como os desvios de septo – e também merecem tratamento.
Foto :Stockbyte/Getty Images

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: