28 de Abril – GRIPE OU DENGUE?

Primeiros sintomas da gripe podem ser confundidos com os da dengue
Entre os dias 26 de abril e nove de maio, acontece em todo o país a Campanha Nacional de Vacinação do Idoso. Neste ano, a meta é vacinar 80% das pessoas com 60 anos ou mais contra a gripe. O objetivo é reduzir os casos da doença e as complicações e óbitos dela decorrentes.
Os primeiros sintomas da gripe, causada pelo vírus influenza, são muito semelhantes ao da dengue clássica. “Ambas são doenças febris agudas de início súbito”, explica Nancy Cristina Junqueira Bellei, infectologista da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo).
Além da febre alta, são sintomas comuns às duas doenças dores nos músculos e na cabeça, além de fadiga. “No primeiro dia de manifestação, é muito difícil para o paciente distinguir o que tem”, avalia Luiz Jacintho da Silva, infectologista da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas).
Por isso, os especialistas são unânimes em recomendar que, ao aparecerem os primeiros sintomas, a pessoa deve procurar assistência médica para realização do diagnóstico.

Diferenças
A medida que as doenças avançam, surgem manifestações que as diferenciam. A partir do segundo dia de gripe, começam a aparecer sintomas respiratórios, como tosse, coriza e dor de garganta. “A possibilidade de o paciente com dengue apresentar sintomas respiratórios é muito baixa”, afirma Bellei.
Calafrios, suor excessivo e indisposição também acometem a pessoa com gripe. Já em casos de dengue clássica, são relatadas náuseas, vômito e manchas avermelhadas pelo corpo. A dor de cabeça na dengue é localizada geralmente atrás dos olhos, enquanto na gripe é mais difusa.
“Nem sempre a pessoa apresenta todos os sintomas”, ressalta Benedito Antônio Lopes da Fonseca, infectologista da USP (Universidade de São Paulo) de Ribeirão Preto. Por isso, é importante que o diagnóstico seja feito por um médico.
Muitas vezes, a gripe é confundida também com outras viroses respiratórias. Mas, segundo Bellei, seus sintomas são mais intensos e persistentes, como febre alta, muita dor no corpo e sensação de cansaço. O resfriado, por exemplo, causa febre mais baixa e tem predominância de manifestações nas vias aéreas superiores.
Se nos casos de dengue é preciso atenção para evitar desidratação e evolução para dengue hemorrágica e choque, nos de gripe a preocupação é quanto ao prolongamento ou complicação do quadro, que pode evoluir para uma pneumonia.
De acordo com Bellei, um sinal de alerta na gripe é quando a febre cessa e reaparece por volta do quinto dia. Nesses casos, deve-se procurar novamente um médico.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: