14 de Junho – APRENDENDO A LER BULA

Aprenda a ler bula de seu produto cosmético
por Sonia Corazza
Aprenda a ler a bula do seu produto cosmético antes de comprá-lo.
Muita gente tem problema de desconforto, vermelhidão, coceira ou inadequação com alguns tipos de produtos cosméticos. Por definição as formulações cosméticas devem ser seguras ao uso, é claro, mas sempre existe a possibilidade de ocorrência de reações adversas em pessoas potencialmente propensas. Essas manifestações podem se divididas em três grandes categorias distintas:
1º) Síndrome de irritação relacionada ao uso de cosméticos
É um processo que geralmente se apresenta como um quadro de *eczemas.A apresentação clínica da “pele irritada” é definida como uma inflamação localizada, causada por fatores internos e ambientais. Determinadas formulações produzem irritação somente após aplicações repetidas, fenômeno denominado ” irritação cumulativa”. Por exemplo, os produtos esfoliantes físicos, aqueles que contêm grãos ou esferas para remover as impurezas da pele, podem causar irritação mecânica pela fricção constante.
Existe um tipo especial de irritação onde não ocorre lesão clinicamente visível porém o paciente se queixa de queimação ou formigamento pela aplicação de um cosmético. Os ingredientes que produzem tal fenômeno são propilenoglicol, ácido benzóico, hidroxiácidos e o etanol.
2º) Sindrome da urticária de contato
É uma reação que consiste no desenvolvimento de uma resposta de vermellhidão e inchaço cerca 30 a 60 minutos após a pele ser exposta a certos agentes. Pode ser desencadeada pelo ácido benzóico e ácido cinâmico, que podem estar presentes em cosméticos. Metilparabeno, etilpareabeno, hena e persulfato de amônia também são ingredientes que estão associados a esse tipo de reação.
3º) Reações de hipersensibilidade tardia
Nesse grupo, os ingredientes foto-alergênicos mais usados em cosméticos são os filtros solares e as fragrâncias.
Vale fazer uma consideração especial quanto ao potencial alergênico das fragrâncias. Trata-se de um quadro relativamente comum, que afeta aproximadamente 1% da população global e pode ocorrer na face, pescoço, mãos, axilas ou mesmo de forma generalizada.
Os preservativos adicionados aos cosméticos com o fim de prevenir a contaminação por microorganismos também são agentes capazes de induzir reações alérgicas. De todos os preservativos os ésteres de parabeno são o grupo de maior risco, mas o formaldeído ou libertadores de formaldeído, que são largamente usados, também estão fortemente relacionados a reações alérgicas.
Tudo isso mostra a fundamentalidade de saber mais sobre sua pele e as formulações cosméticas, portanto, para sua segurança, leia a bula.
*Eczema: afecção alérgica, aguda ou crônica, da pele, caracterizada por reação inflamatória com formação de vesículas, desenvolvimento de escamas e prurido
Fonte: Dicionário Houaiss

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: