11 de Julho – CUIDADO COM OS DENTES

O dente, ao contrário do resto do corpo, não envelhece

A falta de método na ingestão de alimentos contribui para o dano no esmalte dos dentes.

De fato, o dente terá eterna juventude, se cuidarmos direitinho dele. Na verdade, um dente bem cuidado não envelhece, como acontece com a gente. Se cuidarmos bem dos dentes, eles se manterão bonitos e brilhantes por toda a vida.
Cuidar significa não permitir que o esmalte perca substâncias minerais diariamente, por causa da ingestão freqüente de alimentos, sem a subseqüente e necessária limpeza. Cuidar significa, portanto, efetuar a higiene adequada, atacando a saliva ácida, que é gerada com a ingestão de alimentos.
Se o dente vive num ambiente limpo, sem placa bacteriana, ele é banhado constantemente pela saliva que, nessas condições favoráveis, funciona como uma solução remineralizante natural, porque na saliva existe o cálcio, o fósforo e o flúor – sabidamente substâncias que mantêm o esmalte liso, homogêneo, não apresentando microporosidades.

A cada vez que uma pessoa come e não escova os dentes, logo em seguida, na primeira meia hora, a saliva fica mais ácida. Nesses minutos, há perdas de substâncias minerais – situação que tende a se agravar com a ingestão de alimentos várias vezes ao dia, sem a posterior e imediata limpeza.
Vale dizer que, se a pessoa comer várias vezes ao dia e não escovar em seguida os dentes, haverá vários picos de desmineralização e, com o tempo, os dentes vão adquirindo microporosidades que tornam o esmalte opaco, sem brilho, o que favorece o depósito de pigmentos, ocasionando manchas.
Por isso, não é um hábito saudável comer de duas em duas horas, ou viver petiscando. Essa falta de método, além de não ser boa disciplina de dieta, contribui para o dano no esmalte dos dentes, na medida em que causa a ação de uma saliva ácida, caso não se pratique imediatamente a higiene, através da devida escovação.
Festa de bactérias durante o sono
Para os que ainda não se convenceram da importância de manter a higiene bucal, um alerta: se colhermos um pouquinho, uma pontinha apenas daquela meleca que fica grudada nos dentes, branca, amolecida, com uma consistência parecida com iogurte, e a colocarmos em um microscópio, aumentando mais de 1.500 vezes, poderemos observar milhões de bactérias, colonizando o dente mal escovado e que, diariamente, vão se acumulando na boca.

E o cuidado maior tem que ser tomado no período do sono noturno, eis que os microorganismos proliferam especialmente durante a noite, quando cai a produção de saliva e a proteção do dente, dessa forma, fica diminuída.
Entenda o porquê disso: em condições de limpeza adequada, a saliva é uma solução remineralizante natural, que protege e remineraliza os dentes. À noite, com a sensível diminuição da produção de saliva, a boca fica totalmente à mercê dos micróbios, tornando-se o ambiente ideal para a sua proliferação, quando se descuida da higiene antes de dormir.
Sem querer exagerar, vale frisar que o dente é a única estrutura do corpo que, bem cuidada, fica sempre perfeita e não envelhece: como uma pérola bonita e eterna.
Felizmente, até por isso, é possível encontrar pessoas com mais de 70 anos com dentes ainda muito bonitos, brilhantes, e mais: com gengivas róseas e sadias.
Portanto, é possível que todos possamos manter a eterna juventude de nossos dentes. Para isso, basta cuidarmos constantemente deles!

Referências
Profª. Drª. Maria Cristina Ferreira de Camargo – Odontopediatria

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: