15 de Agosto – BOA LEITURA

OS CLÁSSICOS DA LITERATURA ‘TERAPÊUTICA’
Para mulheres envolvidas nas angústias domésticas e acabam atormentadas pelo desejo de evasão “Madame Bovary” (Gustave Flaubert), “Anna Karenina” (Leon Tolstoi), e “Casa de Bonecas” (Henrik Ibsen)
Para pais possessivos  poema “Os filhos”, do livro “O profeta” (Gibran Khalil Gibran)
Para adolescentes aflitos pela incomunicabilidade com os pais “Carta ao Pai” (Franz Kafka)
Para os deprimidos “Bartleby, o escrivão” (Herman Melville) e “Oblomov” (Ivan Goncharov)
Para quem está desesperançoso “As aventuras do Sr. Pickwick” (Charles Dickens)
Para viciados em trabalho que vivem estressados “Meditações” (Marco Aurelio) e “Cartas a Lucílio” (Lucio Sêneca)
Para os ansiosos e hipocondríacos “O mal obscuro” (Giuseppe Berto, Ed. 34)
Para mulheres que sabem que devem mudar, mas adiam uma decisão “Mulheres que amam demais” (Robin Norwood, Ed. Arx), “O despertar” (Kate Chopin, Ed. Paz) e “Mulheres que correm com os lobos”, (Clarissa Pinkola Estés, Ed. Rocco)
Para quem não consegue administrar o sofrimento afetivo ligado à solidão e à traição “Fragmentos de um discurso amoroso” (Roland Barthes) e “Eros e Pathos” (Aldo Carotenuto, Ed. Paulus

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: