16 de Setembro – VOCÊ TEM IRMÃO OU IRMÃ?

Saiba como lidar com a competição entre irmãos 

por Rosemeire Zago

 

Tenho uma irmã três anos mais velha. Hoje tenho 30 anos, e sempre percebo que ela quer ser sempre a melhor, gosta de se mostrar e de aparecer. Quando as pessoas dão atenção para mim, percebo que ela fica sem jeito, pois só quer atenção para ela. Este fato de ela querer ser a melhor me incomoda, porque parece que para eu me destacar, tenho que estar sempre em competição com ela. Isto é normal?

Resposta: A competição entre irmãos é normal sim e começa desde criança; muitas vezes pela própria comparação feita pelos pais com o intuito de fazer com que o outro melhore determinado comportamento. É muito comum os pais terem como referência um primo ou irmão que seja o mais próximo do que eles consideram correto e fazer comparações.

 

Competição: faca de dois gumes – Porém, é preciso lembrar que o comum nem sempre é o mais saudável, pois cada um pode lidar com essa comparação de modo diferente. Para uns pode se tornar um desafio e motivar a ser igual ou melhor e para outros pode fazer com que se sintam diminuídos, sem valor. 

Porém, é preciso lembrar que o comum nem sempre é o mais saudável, pois cada um pode lidar com essa comparação de modo diferente. Para uns pode se tornar um desafio e motivar a ser igual ou melhor e para outros pode fazer com que se sintam diminuídos, sem valor.

Você pergunta como lidar com a reação de sua irmã quando você recebe atenção, e que para você se destacar tem que competir com ela. Diante do seu relato, parece que ambas querem obter a mesma atenção. Ela porque sempre quer ser a melhor e fica sem jeito quando você recebe atenção e você porque tem que estar sempre em competição com ela para se destacar. Você percebe que vocês duas querem a mesma coisa?

Você já procurou se incomodar menos com o jeito dela reagir? Já pensou o que poderá acontecer se você não competir com ela? Será que sente medo de não receber atenção?

 

Procure entender que o fato de você ter nascido três anos depois dela pode ter feito com que ela sentisse que toda a atenção foi para você e ela pode até hoje estar buscando compensar isso.

Atenção!

As respostas do profissional desta coluna não substituem uma consulta ou acompanhamento de um profissional de psicologia e não cacracterizam-se como sendo um atendimento.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: