Archive for the ‘filmes’ Category

23 de Abril – HITLER: A COMÉDIA…

abril 23, 2008

Comédia sobre a vida de Hitler começa a ser rodada em Viena
Começaram em Viena nesta terça-feira (22) as filmagens de uma cinebiografia cômica de Hitler que, segundo seus produtores, será uma “parábola atemporal” sobre a luta entre o bem e o mal.
Comédia sobre a vida do ditador Hitler começou a ser rodada hoje
“Mein Kampf” (na tradução “Minha Luta”) é baseada na peça homônima do falecido dramaturgo judeu húngaro George Tabori e vai estrear na Alemanha em 2009.
No lugar de apresentar uma versão historicamente precisa da juventude de Hitler na Áustria, o filme, dirigido pelo sueco Urs Odermatt, mistura realidade e ficção com uma dose cavalar de ironia.

“Tudo isso será acrescido de um perfil psicológico de um futuro tirano”, disseram os produtores em comunicado.
No roteiro, Hitler ainda jovem, representado pelo ator alemão Tom Schilling, chega a Viena com sonhos de se tornar um grande artista. O verdadeiro Hitler sonhava em ser arquiteto.
Dispondo de pouco dinheiro, ele divide um quarto com dois judeus: Lobkowitz, um chef fracassado, e um livreiro chamado Herzl, que torna-se protetor do jovem Hitler.
Embora o filme tenha o mesmo título do livro parcialmente autobiográfico de Hitler, no qual ele apresentou a ideologia nazista e seu anti-semitismo, a escolha pretende ser uma piada subversiva.

No filme, é Herzl, um dos colegas de quarto judeus de Hitler, representado pelo alemão Goetz George, quem está escrevendo um livro que acaba decidindo intitular “Mein Kampf”.
A peça inovadora de Tabori foi encenada pela primeira vez em Viena em 1987 e incentivou a platéia a enfrentar seu passado nacional doloroso com a ajuda da comédia.
Tabori, cujo pai foi morto no campo de concentração de Auschwitz-Birkenau, também dirigiu a peça e atuou nela. “Mein Kampf” tornou-se uma de suas obras mais elogiadas.
Até hoje as comédias alemãs e austríacas sobre Hitler têm sido raras. Os diretores têm preferido as apresentações sérias e realistas do tema, como em “A Queda” (2004), de Oliver Hirschbiegel.
Uma paródia alemã sobre Hitler lançada em 2007, “Mein Fuehrer, The Truly Truest Truth About Adolf Hitler”, suscitou polêmica e atraiu críticas arrasadoras na Alemanha, depois de retratar o ditador como alguém que sofria de incontinência urinária e problemas de ereção.
As filmagens de “Mein Kampf” passarão para a Alemanha em maio.

16 de Abril – TROPA DE ELITE CONQUISTA MAIS UM PRÊMIO

abril 16, 2008

“Tropa de Elite” é o grande vencedor de premiação
Ganhador do Urso de Ouro no último festival de Berlim, o filme “Tropa de Elite”, do diretor brasileiro José Padilha, se tornou nesta terça-feira o grande vencedor do Grande Prêmio Vivo do Cinema Brasileiro.
“Tropa de Elite” conquistou nove prêmios no Grande Prêmio Vivo do Cinema Brasileiro
O longa-metragem levou nove prêmios, mas não o de melhor longa-metragem de ficção, conquistado por “O Ano em que Meus Pais Saíram de Férias”, de Cao Hamburguer, produção que representou o Brasil no último Oscar. Apesar de ter ficado entre os nove pré-selecionados, o filme não chegou aos cinco finalistas do prêmio americano.
“Tropa de Elite” levou efeito especial, montagem para ficção, maquiagem, fotografia, ator coadjuvante, melhor filme nacional, som, ator e direção.
Melhor ator
Favorito para melhor ator, Wagner Moura, que interpretou capitão Nascimento em “Tropa de Elite”, foi anunciado sem surpresas para receber o prêmio.
“Desde o começo, quando peguei o roteiro do filme, já achava que ele tratava de um assunto importante e isso aconteceu mesmo, discutiu-se o ‘Tropa de Elite’ da porta do botequim ao ambiente acadêmico. Tivemos debates duríssimos e aprendi muito”, disse Moura.
O diretor do filme, José Padilha, não compareceu ao evento.
Outros prêmios anunciados foram de fotografia, que foi para Lula Carvalho, de “Tropa de Elite”. Carvalho concorria com seu pai, que disputava o prêmio com dois filmes, “Céu de Sueli” e “Santiago”.
“Zuzu Angel” conquistou o melhor figurino e o ator e humorista Renato Aragão foi homenageado no evento.

05 de Março – VIDAS AMEAÇADAS

março 5, 2008

O nome do filme tem tudo a ver com a realidade do ser humano em todos os sentidos. Vivemos numa corda bamba constantemente e temos a sensação de que nossas vidas são iguais a balaios velhos, a qualquer momento abre o fundo e lá se foi o sonho. Por outro lado, temos algumas pessoas que não sabem o que representa este trabalho do soldado Borges. Não investem, não acreditam , enquanto outras cidades, estados buscam neste projeto uma saída para diminuírem a criminalidade em suas cidades. Por que santo de casa não faz milagre?

Foto: Emilio Barbosa

fotos-gravacao-filme-soldado-borges-maringa.jpg

Em tempo: Este filme está a disposição nas melhores locadoras da cidade. Assista, vale a pena.

18 de Fev – TROPA DE ELITE

fevereiro 18, 2008

capitao-nascimento-18-fevereiro.jpg 

BERLIM – O diretor José Padilha afirmou neste sábado, 16, que o Urso de Ouro do Festival de Berlim concedido a Tropa de Elite é uma “vitória” para todos os diretores “comprometidos” do país. Ele afirmou que “não podia estar mais feliz” pelo sucesso de público e de crítica alcançado pelo filme
O roteiro de “Tropa de Elite” foi escrito pelo diretor José Padilha e por Bráulio Mantovani, do filme “Cidade de Deus”. O roteiro é uma ficção ambientada em 1997, quando se preparava uma nova visita do Papa João Paulo 2o ao Brasil.
O protagonista é o capitão Nascimento, interpretado pelo ator Wagner Moura, um policial que acredita no seu trabalho e tem a chance de uma promoção. Para comandar uma operação de “limpeza” de criminosos, Nascimento passa a chefiar a tropa que sobe o morro e fica cara a cara com os traficantes. O documentário “Standart Operating Procedure”, de Errol Morris, sobre as torturas a presos iraquianos em Abu Ghraib, ganhou o Urso de Prata.
Este é o primeiro prêmio de “Tropa de Elite”. No Brasil, não participou de nenhuma competição; apenas abriu o Festival de Cinema do Rio no ano passado. Padilha é diretor também do elogiado “Ônibus 174” e escreveu o roteiro de “Tropa” com Bráulio Mantovani, de “Cidade de Deus”.
“Tropa de Elite”, que teve orçamento de 10,5 milhões de reais, fez manchetes no Brasil antes mesmo de ser lançado. Uma cópia do filme vazou da produtora e acabou pirateada, inundando o mercado negro do país. Estima-se que um milhão de DVDs piratas tenham sido vendidos, além dos 2,47 milhões de espectadores que foram aos cinemas só em 2007, segundo o Filme B, empresa especializada em números do mercado cinematográfico.
Além de Tropa de Elite, a 58ª edição do Festival de Berlim premiou outros dois brasileiros. Os curtas-metragem Café com Leite, de Daniel Ribeiro, e Tá, de Felipe Sholl, levaram o prêmio na categoria temática infanto-juvenil e gay.
Sandra Kogut recebeu uma menção honrosa pelo seu longa-metragem  Mutum, inspirado em obra de João Guimarães Rosa.

http://www.estadao.com.br/interatividade/Multimidia/ShowVideos.action?destaque.idGuidSelect=44317730C0444FFEB791AB90525AA189

15 de Fev – INDIANA JONES

fevereiro 15, 2008

Veja o trailer oficial de “Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal”
Com o lançamento do próximo filme previsto para 22 de maio, os fãs brasileiros do heróico aventureiro Indiana Jones podem ter por ora uma prévia do que encontrarão em “Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal”, o quarto episódio da saga de Steven Spielberg.
Muito bom.

http://mais.uol.com.br/view/indiana-jones-e-o-reino-da-caveira-de-cristal-040270E4A90386