Archive for the ‘Saúde’ Category

23 de Abril – CUIDADOS COM O BEBÊ

abril 23, 2008

Como fazer a higiene dos olhos do bebê?
Irritações, conjuntivite, inflamações. Todas essas doenças oculares podem tanto acontecer com um adulto como com um bebê. Como os olhinhos do nenê são muito delicados, muitas vezes, mães e pais ficam com medo de limpá-los. Mas é muito importante ter higiene com olhos desde cedo.
“Porém, os pais precisam saber que a falta de limpeza pode levar a infecções, como conjuntivites ou blefarites. Ambas trazem desconfortos aos bebês, como pálpebras vermelhas, coceira e secreção excessiva”, informa a Maria Carrari, oftalmopediatra do Instituto de Moléstias Oculares (IMO), em São Paulo.
Para evitar, é preciso limpar os olhos do bebê na hora do banho, com um chumaço de algodão umedecido em água morna. “Caso haja alguma secreção, fica mais fácil removê-la com uma gaze macia e dobrada ao meio”, ensina a médica.
Segundo a especialista, a água boricada deve ser evitada, pois pode provocar a formação de cristais e irritar ainda mais a área. “O mesmo vale para o cotonete, já que um movimento brusco do bebê causa ferimentos. Quanto ao colírio, este é um medicamento e não deve ser usado para fazer a higiene dos olhos do bebê”, completa.

Dicas para fazer a higienização
A seguir, a oftalmopediatra Maria Carrari lista, passo-a-passo, a melhor maneira para fazer a limpeza dos olhos do bebê:
– A limpeza dos olhos deve ser feita uma vez por dia, durante o banho. Para isso, antes de colocar o bebê na banheira, umedeça um chumaço de algodão na água morna e passe da pálpebra em direção aos cílios. Troque o algodão antes de fazer a limpeza do outro olho;
– Com o nenê dentro da banheira, massageie a região que vai do canto interno do olho à narina com o seu dedo indicador, sempre de cima para baixo e fazendo uma ligeira pressão. Repita duas vezes de cada lado;
– Na hora de enxugar os olhos, embrulhe o seu dedo indicador em uma toalha macia e pressione suavemente contra a pálpebra, sem esfregar;
– Para tirar a secreção que se forma no cantinho, use uma gaze dobrada ao meio e umedecida em água morna. Troque a gaze para não contaminar o outro olho.

23 de Abril – CUIDADO COM O NENÊ I

abril 23, 2008

Como fazer a higiene dos olhos do bebê?
O cuidado é para evitar graves doenças oculares. Veja as dicas de como prevenir esses problemas e não tenha medo de limpá-los!

Algumas doenças oculares que afetam os bebês:
Conjuntivite neonatal
É mais conhecida como infecção dos olhos e é causada pela entrada de sangue ou outros líquidos nos olhos do bebê durante o parto. Os sintomas e sinais são: pálpebras grudadas ao acordar e pus no canto interno. Segundo Laura Duprat, oftalmologista que também integra o corpo clínico do IMO, os pais devem:
– Limpar os olhos do bebê com algodão umedecido em água morna e pré-fervida;
– Não deixar resíduos do algodão;
– Procurar o oftalmologista se o problema persistir por mais de três dias após o nascimento.
Conjuntivite após alguns meses de vida
É uma inflamação da membrana que reveste os olhos. É causada por vírus ou bactéria, que deixa as pálpebras grudadas. Os sintomas mais freqüentes são: olhos inchados, sensação de areia atrapalhando a visão, descarga de pus e pálpebras grudadas ao acordar. Laura Duprat, indica os pais :
-Limpar os olhos do bebê com água pré-fervida;
– Consultar um oftalmologista rapidamente.

Blefarite em bebês
É uma inflamação nas pálpebras. A blefarite deixa-as vermelhas e purulentas. Algumas crianças com caspas adquirem facilmente a doença. A recomendação:
– Molhar um chumaço de algodão com água pré-fervida para fazer a higiene dos olhos do bebê;
– Limpar duas vezes por dia as pálpebras;
– Procurar um oftalmologista rapidamente.

08 de Abril – MALDITO CIGARRO

abril 8, 2008

Cigarro é responsável por 95% dos casos de câncer de boca
Que fumar causa males à saúde não é nenhuma novidade. O que muitos fumantes não sabem é que o cigarro provoca diversos danos, também, à saúde bucal. Traduzindo em porcentagem, 95% dos pacientes com câncer de boca fumam , alerta o diretor do Departamento de Estomatologia do Hospital do Câncer, Fábio de Abreu Alves.
As chances de desenvolver um tumor bucal aumentam entre os fumantes por causa da composição do cigarro. Ele é produzido por cerca de 4.700 substâncias tóxicas. Dessas, 60 são cancerígenas , diz o especialista. Além disso, ao tragar estas substâncias, a probabilidade de desencadear outros tipos de câncer é maior, já que as vias aéreas como laringe, esôfago e pulmão também ficam comprometidas.
Os dentes e as gengivas são outros prejudicados por quem fuma. O cirurgião-dentista Marcelo Kyrillos, da clínica odontológica Ateliê Oral, explica que as toxinas do cigarro agem da mesma forma na gengiva. Basicamente, é a mesma ação que leva ao câncer de boca. 
De acordo com Marcelo, a nicotina danifica a estética vermelha, natural de uma gengiva saudável. O que acontece é que o cigarro desestrutura a parte óssea da boca. E são estes ossos que definem o desenho da gengiva. Quando eles são atingidos, fazem com que a gengiva perca sua sustentação, criando aqueles espaços escuros entre os dentes , explica o dentista.
O esmalte dos dentes também é atingido pela nicotina. Ela penetra no esmalte superficial e causa o escurecimento deles , conta Marcelo. Outro agravante, segundo o especialista, é que o cigarro atrai outros maus hábitos, como bebidas com cafeína ou alcoólicas. Essas bebidas com corantes têm uma acidez muito alta. Isso faz com que a superfície do dente absorva ainda mais a coloração escura . A ação do álcool tem o mesmo efeito ácido, levando a uma grande penetração das toxinas do cigarro. A superfície dos dentes fica mais permeável.
Mais uma armadilha contra os fumantes é achar que escovar os dentes com mais freqüência soluciona o problema o amarelamento. Marcelo alerta que, por estarem mais sensíveis, eles acabam desgastando mais rápido.
O dentista afirma ainda que os fumantes podem recorrer ao clareamento dental, sem nenhuma contra-indicação. Mas é importante que eles parem de fumar enquanto se submetem ao tratamento ou, melhor ainda, larguem o vício de vez, já que os resultados em pacientes não-fumantes duram muito mais.

08 de Abril – DURMA COM UM BARULHO DESSE

abril 8, 2008

Ronco, ouça o que esse barulho quer dizer
O ronco, aquela sinfonia que não deixa dormir quem está por perto, pode incomodar bem mais do que parece. A barulheira é um sinal de alerta de que o ar está tendo dificuldades em passar pela faringe. Em alguns momentos pode haver uma obstrução que interrompe a respiração e provocar microdespertares. Essa é a forma mais comum de apnéia, um mal que atrapalha o sono e pode elevar a pressão arterial. “A longo prazo, a apnéia pode desencadear doenças cardiovasculares”, previne a neurologista Dalva Poyares, do Instituto do Sono, da Unifesp, em São Paulo.
A apnéia atinge mais homens, geralmente os de meia-idade, e obesos. A explicação é simples. Com o passar dos anos, a musculatura da garganta se torna mais flácida e assim mais propensa à vibração e à obstrução. 
Além disso, quando engordam, os moços ganham volume no abdômen, no tórax e no pescoço. Ou seja, na parte superior do corpo. A gordura nessa região espreme o tórax e as vias aéreas, o que compromete a respiração. Já as mulheres engordam nas pernas, nos quadris, no abdômen, na cintura e nos glúteos regiões que não comprometem tanto o sistema respiratório. 
Estar acima do peso é um dos fatores de risco da apnéia, embora os magrinhos não estejam livres desse mal. De acordo com a neurologista Dalva Poyares, 20% dos pacientes que passam pelo Instituto do Sono não são obesos e cerca de 6% têm Índice de Massa Corpórea (IMC) menor que 25, ou seja, possuem peso normal. Não consegue emagrecer? Saiba que a apnéia também gera dificuldades para perder quilos, pois altera a produção da leptina e da grelina, duas substâncias que regulam o apetite.
É hora de ir ao médico?
Se você ronca muito alto, tem dores de cabeça, falta de disposição e sonolência ao longo do dia, não importa quantas horas tenha descansado, está na hora de procurar um médico. O exame de polissonografia vai mapear o comportamento do sono durante à noite.
A apnéia pode ser leve (5 a 15 paradas respiratórias por hora de sono), moderada (16 a 30) ou acentuada (31 para cima).
Nos casos mais leves costuma-se usar um aparelho bucal, que desloca a mandíbula e a língua de 5 a 7 milímetros para a frente, aumentando a distância entre a língua e a faringe. O CPAP (sigla em inglês para pressão nasal aérea positiva contínua ) é indicado para apnéias graves.
Trata-se de uma máscara colocada ao redor do nariz. Ele empurra o ar vindo de um compressor e forma uma espécie de colchão na garganta. Assim, as vias aéreas não se colam. Apesar de menos recomendado, há também o procedimento cirúrgico. É uma cirurgia cara e poucos médicos realizam no Brasil, mas obtém 90% de sucesso , explica a médica do Instituto do Sono.
Sono tranqüilo
Siga nossas dicas e descubra como é delicioso dormir silenciosamente.
1. Use uma bolinha de tênis, colocada dentro de uma meia e costurada nas costas do pijama. Ela forçará você a dormir de lado, posição mais eficaz para evitar o ronco e a apnéia.
2. Emagreça.
3. Dispense os tranqüilizantes para dormir
4. Não coma antes de se deitar.
5. Evite bebidas alcoólicas antes de dormir.
6. Não faça exercícios físicos à noite.
7. Coloque calços sob cabeceira da cama para erguê-la de 10 a 15 centímetros.

07 de Abril – OLHA A BARRIGUINHA

abril 7, 2008

Barriga depois dos 30 é mal comum entre os homens
Genética é só desculpa, sedentarismo e má alimentação são as reais causas do problema
Depois dos 30, parece que o espelho encolhe. Pelo menos, lateralmente. De uma hora para outra, sua barriga não cabe mais nele a calça aperta e o cinto precisa ser fechado logo nos primeiros furinhos. É bastante comum que os homens passem a apresentar uma barriguinha maior desta idade em diante , afirma o médico Miguel Vietri, da clínica New Man.
Mas nada de respirar aliviado. O problema é comum, mas isso não acontece por acaso. Os maus hábitos alimentares e o sedentarismo são os principais responsáveis pelo surgimento da circunferência avantajada , completa o médico do esporte Daniel Gentil, do Check-up do Fleury Medicina e Saúde.Na entrevista abaixo, eles esclarecem por que essa temida barriguinha surge, dão dicas para preveni-la, desmistificam o papel da carga genética e ensinam você a medir o tamanho do perigo sim, é possível saber se sua barriga já representa uma ameaça para a saúde.
Por que os homens ganham barriga depois dos 30 anos?
Não é uma regra, mas é bastante freqüente que após os 30 anos o homem apresente uma barriguinha . Ela aparece, principalmente, em razão do aumento da ingestão calórica (alimentação errada)  e do sedentarismo (falta de atividade física).
As mudanças hormonais têm alguma influência nisso?
No homem, ao contrário da mulher, as mudanças hormonais  são menos importantes e ocorrem em uma idade mais avançada. Portanto, aos 30 anos não existe uma mudança hormonal radical. Com o envelhecimento ocorre uma diminuição da secreção do hormônio de crescimento (GH) e da testosterona, que diminui a massa muscular e facilita o aumento da gordura corporal.

07 de Abril – “TÁ” BARRIGUDO? LEIA AS DICAS

abril 7, 2008

O que os homens podem fazer para evitar isso?
Mudar os hábitos, mantendo uma alimentação adequada (em quantidade e qualidade) e praticar uma atividade física regular.
O estresse interfere no ganho de peso?
Cada indivíduo responde de maneira distinta ao estresse. Se a resposta desse indivíduo for aumento da ingestão alimentar ele terá sim aumento do peso.
Os homens só acumulam gordura na barriga?
Os homens têm uma predisposição em armazenar gordura na região abdominal. É a chamada gordura visceral. As mulheres, por outro lado, armazenam gordura principalmente nas coxas, no quadril e nos culotes, é a chamada gordura periférica. Após a menopausa, a mulher começa também a apresentar a gordura visceral (abdominal), que deve ser fortemente combatida. Isso porque ela se relaciona intimamente ao diabetes, infarto e derrame.
Qual a responsabilidade genética nesse problema?
A carga genética responde apenas por 30% dos casos de surgimento de gordura visceral, entre os homens. O resto é conseqüência dos maus hábitos alimentares e do sedentarismo.
Quais os riscos deste acúmulo de gordura?
Os riscos são enormes. A obesidade abdominal está fortemente relacionada à doença cardiovascular (que pode levar ao infarto, derrame) e ao diabetes (e todas suas complicações, como cegueira, insuficiência renal e pé diabético). Há ainda os riscos de lesões nas articulações e na coluna, ambos causados pelo excesso de peso e musculatura fraca.
Como saber se a barriga oferece riscos à saúde?
Existe uma medida? Os valores que hoje são aceitos: para homem até 94 cm e para mulher 80 cm (na linha do umbigo). Acima desses valores, já há risco em desenvolver obesidade visceral e todas suas complicações.
Um homem que sempre fez exercícios corre o risco de ter barriga?
Quem apresenta uma carga de exercícios regulares (atividades aeróbicas e de resistência muscular) e uma alimentação adequada praticamente não tem risco em acumular gordura na região abdominal. Daí a importância de uma vida ativa e uma alimentação equilibrada.

01 de Abril – VEJAM A SITUAÇÃO DA SAÚDE

abril 1, 2008

Se eu for eleito, minha prioridade é a SAÚDE, meu povo.

OLHA O PRIMEIRO DE ABRIL!!!!!!!

ambulancia.jpg

17 de Março – DE NOVO ELE: O MALDITO CIGARRO

março 17, 2008

Receita barra imposto maior para cigarro
O projeto do Ministério da Saúde de aumentar o preço do cigarro para reduzir o consumo bateu numa barreira da oposição na Receita Federal, informa reportagem de Mario Cesar Carvalho publicada nesta segunda-feira na Folha (íntegra disponível para assinantes do UOL e do jornal).
Enquanto o Inca (Instituto Nacional de Câncer) quer o maço a R$ 4 ou R$ 5, a Receita defende um valor bem menor, R$ 1,74. O fumo no Brasil é um dos mais baratos do mundo e, para a área de saúde, elevar os preços reduziria o consumo, que em 2007 chegou a 150 milhões de cigarros. Calcula-se que cerca de 200 mil pessoas morrem por ano vítimas de doenças causadas pelo cigarro.
A Receita Federal não quer abrir mão de seu papel de criador da política tributária e diz que um aumento no preço elevaria ainda mais o mercado ilícito de cigarros. No ano passado, o Brasil consumiu cerca de 150 milhões de cigarros. Cerca de 40% desse volume não pagou impostos: 39 milhões foram cigarros contrabandeados e 20 milhões foram produzidos por empresas brasileiras que não pagam impostos, segundo a Receita.

13 de Março – OLHA A SITUAÇÃO DA SAÚDE NO PAÍS

março 12, 2008

charge-ambulancia.jpg

Coitado de quem está lá dentro…

10 de Março – PERIGO: ENVENENAMENTO

março 10, 2008

lagarta.jpg

Os espinhos da Lonomia contêm uma toxina que pode causar distúrbios da coagulação sanguínea

Saúde do PR alerta para os perigos da lagarta Lonomia
Espinhos da taturana contêm toxina que pode causar a morte de um homem em até quatro dias, se não houver atendimento médico
Os espinhos da Lonomia contêm uma toxina que pode causar distúrbios da coagulação sanguínea
 A Secretaria estadual da Saúde alerta para a maior incidência da lagarta Lonomia nos meses quentes da Primavera e Verão, principalmente no meio rural e eventualmente nas áreas urbanas. Segundo a chefe da Divisão de Zoonoses da Secretaria, Gisélia Rúbio, nas regiões mais quentes, como Norte Velho e região de Londrina, são encontradas durante o ano todo.
A alimentação do inseto é preferencialmente folhas das árvores silvestres e algumas frutíferas como, pêssego, ameixa, abacate, goiaba, maçã, manga, ariticum, e o período de alimentação é durante a noite. “Deve-se tomar cuidado, pois quando estão em grupo podem ser facilmente confundidas com o tronco”, alerta Gisélia, que também esclarece que normalmente as lagartas ficam nas partes mais baixas das árvores. Esse fato é apontado como a principal causa de acidentes.
Gisélia Rúbio alerta que a Lonomia, que possui cerca de 6 centímetros de comprimento, pode matar em até quatro dias, caso o acidentado não procure atendimento médico. Elas possuem o corpo revestido de espinhos como se fosse um pinheiro. Estes espinhos contêm uma toxina que pode causar distúrbios da coagulação sanguínea (o sangue fica incoagulável), levando a uma hemorragia.
Neste ano já foram confirmados 14 acidentes com uma morte em Clevelândia. Até então, a última morte notificada foi registrada em 2004, no município de Tijucas do Sul. “Para evitarmos que os acidentes aconteçam, é necessária muita divulgação para que a população reconheça a lagarta e evite o contato com ela”, explica Gisélia Rúbio.
O tratamento indicado na grande maioria dos casos é a soroterapia. Este soro depende diretamente de taturanas vivas, por isto é importante que os serviços de vigilância sanitária dos municípios fiquem atentos ao aparecimento das lagartas Lonomia para possam enviá-las à Secretaria de Estado da Saúde, que por sua vez as repassa para o Instituto Butantan, em São Paulo.
O Ministério da Saúde alerta para o fato de regiões que nunca indicaram a presença do inseto estarem tendo acidentes graves pelo desconhecimento tanto dos moradores como dos serviços médicos. No Brasil os Estados que registram estes acidentes com freqüência, são Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo e alguns estados da Amazônia. Ano passado ocorreram acidentes em Goiás, Espírito Santo, Minas Gerais e Nordeste.
“É importante olhar atentamente para as folhas e troncos das árvores, verificando a presença de folhas roídas, casulos ou pupas e fezes de lagartas. Além disso, sempre usar luvas quando for manipular troncos, árvores frutíferas ou em atividades de jardinagem”, avisa a bióloga da Secretaria. A Lonomia vive em grupos contendo até centenas de lagartas e sua coloração em geral é marrom-claro esverdeada ou marrom amarelada, com três listras de cor castanho escura.
Caso alguma lagarta seja encontrada, poderá ser levada em um recipiente fechado ao Serviço de Vigilância Sanitária ou Centro de Zoonoses para identificação.
O que fazer em caso de contato com Lonomia
1. Lavar o local do contato de preferência com água e sabão.
2. Não fazer cortes, perfurações, torniquetes, nem colocar
produtos caseiros, pois estes agravam o envenenamento.
3. Manter o acidentado calmo podendo oferecer água ou chá para beber.
4. Levar a vítima, rapidamente, para o serviço médico mais próximo, levando se possível o animal agressor, mesmo morto, para facilitar o diagnóstico.
5. Lembre-se: nenhum remédio caseiro substitui o soro antipeçonhento.
Telefone de emergência: 0800 41 0148 Centro de Controle de Envenenamentos.

07 de Março – CIGARRO MATA

março 7, 2008

mulher-e-cigarro.jpg

Cigarro vai matar mais de 1 bilhão no século 21
A organização acaba de concluir relatório inédito e explica como as nações podem mudar essa situação
A Organização Mundial da Saúde, a OMS, acaba de concluir seu primeiro relatório abrangente sobre os esforços no controle de tabagismo e o resultado é preocupante. Somente 5% da população mundial vive em países com adoção de medidas-chaves que reduzem as taxas do tabagismo.
Apesar do progresso vivido nos anos mais recentes, nenhum governo está implementando todas as intervenções-chaves por completo: monitorar, criar ambientes 100% livres de fumo, tratar a dependência do tabaco, pôr advertências nas embalagens, proibir a publicidade, promoção e patrocínio, e aumentar os impostos.
O cigarro brasileiro é o mais barato do mundo, os impostos e os preços ainda são muito acessíveis. A Aliança de Controle ao Tabagismo, ACT, é uma organização brasileira que desde 2003 tenta implementar medidas e lançar idéias que diminuam o consumo de cigarros no Brasil.
Se não houver um esforço global para diminuir o número de fumantes, o tabagismo pode matar 1 bilhão de pessoas no século 21, nos países em desenvolvimento, grupo no qual está enquadrado o Brasil. O cigarro mata 5,4 milhões por ano no mundo, mais do que a soma das vítimas de tuberculose, malária e Aids, número, aliás, que deve crescer para 8 milhões em 2030, de acordo com projeção da OMS.
O consumo de tabaco está em queda nos países ricos, mas é crescente nos pobres e de renda média, segundo a Organização. O relatório foi feito a partir de recursos da Fundação Bloomberg, uma fundação filantrópica americana que apóia iniciativas anti-tabagismo no mundo todo.
A Aliança de Controle ao Tabagismo tem representantes em cinco estados. E a vice-presidente da Aliança, em São Paulo, informou, “O aumento de imposto é o quesito em que o Brasil menos evoluiu, os governos arrecadam muito com os impostos do tabaco, mas, investem pouco”. Segundo ela, 80% dos fumantes quer parar, e o ideal seria que os impostos fossem revertidos para a saúde, mas principalmente para o combate do tabagismo e no tratamento de quem quer parar de fumar.

07 de Março – CÂNCER DE PELE

março 7, 2008

mulher-cancer-de-pele.jpg

Mulheres têm mais câncer de pele
Falta de uso de filtro solar e pouca informação sobre danos na pele são alguns dos motivos do aumento de casos da doença
A Unesp, campus Presidente Prudente, região oeste do estado de São Paulo, acaba de concluir dados importantes sobre causas do surgimento de câncer de pele. Foi feita uma pesquisa e constatou-se que a população local se protege pouco ou quase nada dos raios ultravioleta.
Em São Paulo, e no resto do país, a tendência é de aumento de casos. Os cuidados e proteção servem para qualquer tipo de pele, da mais alva até a negra. Toda pele precisa de proteção. As pessoas se esquecem que precisam reaplicar o filtro depois de várias horas de exposição.
O risco de cataratas, câncer de pele e outras doenças cresce muito nessas condições. Segundo a mestra em geografia e climatologia médica, e responsável pela pesquisa para o mestrado, Angela Cristina Silva, São Paulo está no ranking, “Em comparação com a região sul do Brasil, que sempre foi líder, o estado de São Paulo superou os piores índices de incidência de raios UV, os que mais causam danos”.
A posição geográfica também contribui, além dos buracos na camada de ozônio. Os lugares próximos da linha do Equador são os que mais sofrem com a incidência de raios UV, os estados do sul do Brasil, Presidente Prudente, e São Paulo, são alguns exemplos.
O público feminino e os idosos de 60 a 70 anos são os mais atingidos. As mulheres correm mais risco de contrair o melanoma maligno, o tipo de câncer mais agressivo, pois expõem mais o corpo que os homens. Na pesquisa feita por Angela, 60% dos entrevistados alegaram não saberem o que é radiação solar UV, e muitos deles alegaram que não usam filtro solar porque acham o produto muito caro.

09 de Fev – DICAS SAÚDE

fevereiro 9, 2008

Água e sabão são a melhor opção para cuidar de ferimentos leves

Anti-sépticos, água oxigenada, esparadrapos, curativos de materiais e tamanhos diversos. Apesar de toda a parafernália disponível para aplicar em casa nos pequenos ferimentos, a principal recomendação dos especialistas é simples e acaba esquecida por muita gente: lavar o local com muita água e sabão, ou então com soro fisiológico. A medida é fundamental para retirar possíveis resíduos que podem ter ficado na região e para diminuir a chance de infecção.
Segundo a médica, os antisépticos, como o clássico Merthiolate, que mantém campanha publicitária no rádio, ajudam a deixar a região um pouco mais seca, mas têm efeito leve e devem ser aplicados apenas com orientação médica, já que podem causar reações alérgicas.
O uso de produtos como água oxigenada e iodo também não é recomendado. “Eles são utilizados só quando já há uma infecção, o que pode ocorrer com o passar do tempo, formando aquela crosta amarelada ou esverdeada.
Sem curativos
Outra dica que nem sempre é considerada é manter o ferimento descoberto “evitar tampá-lo com esparadrapos e curativos, a não ser que ele esteja sujeito a atrito” quando está na dobra do cotovelo ou na planta do pé, por exemplo. “O curativo torna o local úmido e facilita a proliferação de microorganismos”, diz Pieri. Quando exposto, o machucado se mantém seco e cicatriza mais rapidamente.
Outra vantagem de deixar o ferimento descoberto é poder observar seu aspecto. Assim, se houver sinais de inflamação ou infecção, é possível ir prontamente ao médico.
Este, aliás, deve ser procurado sempre que o ferimento for muito grande ou profundo ou quando houver muito sangramento. Se o sangramento for leve, a dica é comprimir o local com um pano limpo até parar. Se não estancar após 15 minutos, também se deve buscar ajuda especializada.
E, com o passar dos dias, nada de cair na tentação de arrancar a casquinha que se forma no local, que faz parte do mecanismo de cicatrização. “Ela cai sozinha. Tem que evitar coçar, manter as unhas curtas e a mão limpa. Quando a pele estiver pronta, a casquinha cairá espontaneamente”, diz Waksman.

26 Jan – MISTÉRIO

janeiro 25, 2008

Menina australiana troca de tipo sangüíneo após transplante de fígado
Médicos dizem que caso misterioso é inédito na história da medicina. Se puder ser replicado, caso pode ajudar a combater rejeição de órgãos
Uma garota australiana teve seu tipo sangüíneo alterado após um transplante de fígado, o que, segundo os médicos, é um caso inédito na literatura científica e poderá ajudar, no futuro, a combater a rejeição de órgãos transplantados.
Demi-Lee Brennan tinha 9 anos e estava seriamente doente, com falência do fígado, quando recebeu o transplante. Nove meses depois, os médicos descobriram que ela tinha trocado de tipo sangüíneo, e seu sistema imunológico agora era igual ao do doador do fígado que ela recebeu. Aparentemente, isso aconteceu depois que células-tronco de seu novo fígado migraram para sua medula óssea.
Hoje Brennan é uma saudável garota de 15 anos, disse Michael Stormon, do Hospital Infantil em Westmead, na Austrália. Ele disse que já fez várias apresentações sobre o caso ao redor do mundo e nunca ouviu falar de nada igual.

24 jan – FARMÁCIA POPULAR

janeiro 24, 2008

A farmácia FARMAIS de Loanda foi beneficiada com o projeto do Governo Federal, Farmácia Popular. Foram liberadas 14 farmácias no Brasil e a nossa cidade foi contemplada através da farmácia Farmais. Este projeto dá condições para você comprar medicamentos de usso contínuo, como hipertenção, diabetes, anticoncepcionais, medicamentos para colesteral e até insulina até 10 vezes mais barato.

Os descontos vão de 50% a 90% e valem inclusive para medicamentos genéricos.

Bom também…..